ANV - Avaliação Nacional de Vinhos 2015

Personalidades são escolhidas para comentar da uma das amostras mais representativas

*Direto de Bento Gonçalves/RS

Maior degustação do mundo visando avaliar uma única safra, ANV reuniu mais de 850 pessoas

Mais uma vez tive a satisfação de participar da ANV – Avaliação Nacional de Vinhos, que este ano comemorou sua XXIII edição. O evento que reúne profissionais de diversos segmentos do vinho e apaixonados de diversas partes do Brasil e até do exterior, busca apresentar os vinhos mais representativos da última safra.

É GRÁTIS... Fique Atualizado!
Insira o seu e-mail e nome abaixo para receber dicas gratuitas sobre vinhos!

Sempre que participo do encontro tenho uma mistura de dois sentimentos. Primeiro surpresa, pois apesar de todas as dificuldades que o setor passa o vinho consegue reunir tantas pessoas em sua causa. Mesmo em um país onde a cultura da bebida é ainda tão pequena. O segundo é orgulho de ver um evento desse porte acontecendo aqui no país. E tudo organizado de forma quase impecável pela ABE (Associação Brasileira de Enologia).

Avaliação dos vinhos

No dia da Avaliação Nacional de Vinhos são selecionadas 16 personalidades que ficarão responsáveis por degustar, dar uma nota e comentar cada uma das amostras. Somente no final do encontro são revelados os nomes das 16 vinícolas que tiveram seus vinhos eleitos.

A ANV é considerada a maior degustação de uma única safra do mundo

O verdadeiro julgamento que classificou as amostras sempre é realizado de forma antecipada por um grande grupo de enólogos. As degustações são realizadas às cegas e por diferentes grupos de avaliadores. 

Todas as vinícolas que produzem mais de 4 mil litros de determinado vinho podem participar. As amostras são coletadas por um grupo externo diretamente no tanque, lacradas e enviadas para avaliação.

O serviço de vinho da Avaliação Nacional de Vinhos é feito por 90 alunos no curso de viticultura e enologia, que dão um show de precisão e movimentos orquestrados

Em 2015 foram no total de 312 vinhos, classificados em categorias diferentes, de 56 vinícolas. Desses, foram eleitos os 90 vinhos (30%) mais relevantes e depois os 16 mais representativos do ano.

Resultado por categoria

Alguns resultados surpreendentes apareceram entre os vinhos representativos de 2015. Eu estava esperando os vinhos brancos com grande destaque sobre os tintos. Porém, no geral, os tintos me chamaram mais atenção. Os vinhos que achei mais interessantes, pela ordem, foram o Cabernet Franc (Vinícola Valmarino), Merlot (Vinícola Miolo - feito com levedura indígena), Chardonnay (Basso Vinhos e Espumantes), Tannat (Vinícola Aurora) e o Pinot Noir/Rose (Casa Valduga)

Uma das surpresas deste ano foi o troféu Amigo do Vinho Brasileiro entregue a Rosane Marchetti, que há oito anos é a mestre de cerimônia do evento


Veja abaixo a lista dos 16 vinhos


Categoria Vinho Base para Espumante (aqueles que vão virar espumante)

  • Chardonnay – Domno do Brasil (Garibaldi – RS)
  • Chardonnay/PinotNoir/Riesling Itálico – Chandon do Brasil (Garibaldi – RS)
  • Pinot Noir/Rose – Casa Valduga (Bento Gonçalves – RS)


Categoria Branco Fino Seco Não Aromático

  • Riesling Itálico – Luiz Argenta Vinhos Finos (Flores da Cunha – RS)
  • Chardonnay – Cooperativa Vinícola Nova Aliança (Caxias do Sul – RS)
  • Chardonnay – Basso Vinhos e Espumantes (Farroupilha – RS)


Categoria Branco Fino Seco Aromático

  • Sauvignon Blanc – Vinícola Santa Augusta (Videira – SC)
  • Moscato Giallo – Vinícola Don Guerino (Alto Feliz – RS)


Categoria Tinto Fino Seco Jovem

  • Merlot – Vinícola Salton (Bento Gonçalves – RS)


Categoria Tinto Fino Seco

  • Cabernet Franc – Vinícola Valmarino (Pinto Bandeira – RS)
  • Merlot – Vinícola Perini (Farroupilha – RS)
  • Merlot – Vinícola Miolo (Bento Gonçalves – RS)
  • Ancellotta – Cooperativa Vinícola Garibaldi (Garibaldi – RS)
  • Teroldego – Vinícola Monte Rosário – Vinhos Rotava (Bento Gonçalves – RS)
  • Tannat – Cooperativa Vinícola Aurora (Bento Gonçalves – RS)
  • Tannat – Dunamis Vinhos e Vinhedos (Dom Pedrito – RS)


Acredito que a safra 2015 foi bem representada, apesar de sentir falta de vinícolas pequenas aparecendo entre os 16 eleitos, uma constante nos últimos anos. 

Agora é ficar na expectativa para ANV 2016, e pelo que vem apresentando com geada, granizo e excesso de chuvas, deve ser uma safra bem desafiadora.

Busca por assuntos: Vinhos do Brasil

 

É GRÁTIS... Fique Atualizado!
Insira o seu e-mail e nome abaixo para receber dicas gratuitas sobre vinhos!

Buscar