Resveratrol

O resveratrol é uma das substâncias do vinho benéficas à saúde

O resveratrol é uma entre tantas substâncias benéficas à saúde que os vinhos nos proporcionam.

Nós já sabemos que o vinho degustado com moderação faz muito bem, não só ao paladar, como também à saúde. Mas quais são as substâncias presentes na bebida? E será que estas mesmas substâncias podem ser encontradas em outros alimentos?

Vinho tinto

A bebida de Baco conta com diferentes polifenóis em sua composição, que são componentes naturais encontrados na casca e na semente das uvas. Entre estes componentes está o resveratrol, um elemento químico que traz diversos benefícios à saúde quando consumido corretamente.

O resveratrol é uma fitoalexina produzida por diversas plantas como o eucalipto, o amendoim, a amora e a uva. Fitoalexinas são substâncias que ajudam na defesa contra microrganismos. Nas uvas esta substância é sintetizada na casca em resposta a um ataque fúngico, ao dano mecânico ou pela irradiação de luz ultravioleta.

O vinho tinto é o tipo de vinho que mais concentra resveratrol na sua composição. Isso se deve ao fato de este conter mais polifenóis que o vinho branco. Durante o processo de fabricação do vinho tinto, a casca da uva fica mais tempo em contato com as outras substâncias, como o álcool, do que durante a fabricação do vinho branco, e é na casca da fruta que o resveratrol está presente.

Muitos benefícios à saúde

Conhecido como um ótimo medicamento natural e preventivo, o resveratrol também beneficia na redução do risco de acidentes cardiovasculares e derrames cerebrais; disseminação das plaquetas, que são responsáveis por formar coágulos que trancam os vasos sanguíneos; e beneficiar funções digestivas que aumentam o apetite.

É GRÁTIS... Fique Atualizado!

Insira o seu e-mail abaixo para receber dicas gratuitas sobre vinhos!

Outras vantagens, vêm sendo estudados, para que se possa comprovar a sua eficácia como agente antienvelhecimento. Essa nomeação surgiu em torno do potencial da substância em melhorar o cérebro e a saúde cardiovascular.

As hipóteses da proteção causada sobre o cérebro, surgiram da associação de que o consumo moderado e diário de vinho tinto reduz a incidência de demência e de doença de Alzheimer. Tal associação sugere, portanto, que o resveratrol traz efeitos benéficos contra a neurodegeneração.

Todos os benefícios citados acima surgem de um consumo moderado e regular da vinho. O indicado para consumo diário é uma taça para mulheres e duas para homens.

Busca por assuntos: Saúde

 

É GRÁTIS... Fique Atualizado!

Insira o seu e-mail abaixo para receber dicas gratuitas sobre vinhos!

Buscar